27 de jan de 2015

Governador do RS conhece planos de investimentos da FRUKI



Porto Alegre/RS – O Governador José Ivo Sartori recebeu ontem no Palácio Piratini, em Porto Alegre, a visita do Diretor-presidente da FRUKI, Nelson Eggers, e da Gerente de Relações Institucionais, Fabíola Eggers.

Durante o encontro, Nelson Eggers apresentou o plano de investimentos da empresa para 2015 e também para os próximos anos. O governador elogiou as iniciativas que contribuem para a expansão da FRUKI e destacou que o Estado precisa destravar processos para impulsionar o crescimento econômico. “O Rio Grande tem uma economia forte, tem empreendedores ousados e nós temos que trabalhar para destravar burocraticamente o Estado”, afirmou. “A FRUKI é uma marca identificada com a população gaúcha”, disse Sartori.

Em março devem ser iniciadas as obras do novo Centro de Distribuição em Pelotas, que atenderá a Zona Sul do Estado, com investimentos de aproximadamente R$ 8 milhões. Ainda neste ano, o objetivo é adquirir uma área na região da Serra para, em 2017, começar as obras de novo Centro de Distribuição na região. Em 2014, a empresa apresentou crescimento de 19,4% em relação a 2013. O projeto de expansão prevê a construção de uma nova fábrica no Estado, ainda sem local definido.  Mais de 50 municípios já mostraram interesse em receber a unidade que deverá produzir sucos, chás, bebidas vitaminadas e isotônicas. Participaram ainda da audiência o prefeito de Paverama, Vanderlei Markus, e a secretária adjunta do Turismo, Gabriela Markus.  

A FRUKI, com 90 anos de existência, tem sua matriz e parque industrial localizados numa área de 25.000 m² em Lajeado, além de Centros de Distribuição localizados estrategicamente em Canoas, Pelotas, Farroupilha, Santo Ângelo e também junto à Matriz. Contando com modernos equipamentos e tecnologia de ponta, as sete linhas de produção automatizadas têm capacidade para fabricar até 420 milhões de litros de bebidas por ano. A empresa tem atuação focada no Rio Grande do Sul e produz refrigerantes da marca FRUKI, suplementos energéticos FRUKITO e a água mineral ÁGUA DA PEDRA. Saiba mais informações pelo www.fruki.com.br .
De Zotti – Assessoria de Imprensa

Dilma declara que reequilíbrio fiscal será buscado de forma gradativa

País - Política

Foto: Divulgação / Twitter Dilma Rousseff 


Em discurso na primeira reunião ministerial em seu segundo mandato, Dilma prometeu um plano nacional de exportações para estimular o comércio exterior. Segundo Dilma, o governo também pretende lançar um programa para desburocratizar a relação do Estado com as empresas e os cidadãos. Essas propostas haviam sido anunciadas pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto, ao tomar posse.

Em relação às medidas de corte de gastos e de aumentos de impostos, a presidenta disse que o reequilíbrio fiscal será buscado de forma gradativa para não prejudicar os programas sociais. “São passos na direção de um equilíbrio fiscal que permitirão preservar os programas sociais. Falo, por exemplo, do Minhas Casa, Minha Vida, do Mais Médicos e do Prouni.”

Apesar das turbulências na economia internacional, Dilma disse que seu governo buscvará manter o desenvolvimento econômico do Brasil. Ela defendeu a continuidade de políticas sociais com mudanças no campo econômico, para manter o aumento da renda e a criação de empregos. “Precisamos de reequilíbrio fiscal para recuperar o crescimento da economia, garantindo a continuidade da criação de emprego e da renda”, destacou.

Ela também declarou que o governo está preparando uma reforma para unificar a cobrança do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).  Reivindicação do setor industrial, a unificação do PIS/Cofins, tributos que incidem sobre o faturamento, havia sido prometida para ser enviada ao Congresso logo depois das eleições, mas a proposta foi adiada para 2015.
 
Correio do Povo

FEDERAÇÃO DAS SANTAS CASAS DO RS CONTESTA DECLARAÇÕES DO SECRETÁRIO ESTADUAL DA SAÚDE

Recebemos "release" da direção do Hospital Sant'Ana, solicitando repercussão da matéria enviada pela ssessoria de Imprensa Federação das Santas Casas do RS para conhecimento de toda a população gaúcha a respeito das recentes DECLARAÇÕES DO SECRETÁRIO ESTADUAL DA SAÚDE que segue no anexo abaixo:





FEDERAÇÃO DAS SANTAS CASAS DO RS CONTESTA DECLARAÇÕES DO SECRETÁRIO ESTADUAL DA SAÚDE
As últimas declarações do secretário estadual da Saúde, João Gabbardo, causaram estranheza a rede de hospitais sem fins lucrativos do Estado. A afirmativa de que as pendências de pagamentos de outubro e novembro devem ser “absorvidas” pelas entidades com alguma economia, demonstram o total desconhecimento do atual gestor acerca da realidade destas instituições.

Dispostos a esclarecer o dia-a-dia destes hospitais – responsáveis por mais de 70% do atendimento SUS aos gaúchos, que trabalham com déficits históricos – a Federação está solicitando uma audiência, em caráter de urgência, com o secretário.  Não admite-se que os 245 hospitais sejam tratados de tal forma. Os serviços prestados nos meses de outubro e novembro não podem ser “esquecidos” pelo Gestor e muito menos absorvidos. O trabalho foi feito, o pagamento também deverá ser feito.

“Os pacientes, as urgências e emergências, trabalham diariamente. Eventuais cortes de recursos devem ser informados anteriormente para que a população não encontre as portas desses hospitais fechadas, por falta de condições de atendimento”, palavras do presidente da Federação, Julio Dornelles de Matos.

Não podemos deixar de esclarecer que houve um grande avanço no quesito recursos para a saúde do Rio Grande do Sul. O problema é regredir deste progresso, não estamos falando de cortes necessários, estamos falando de mais de 7 milhões de vidas que dependem única e exclusivamente do SUS.


Reitera-se que a Federação quer estreitar laços com o novo Governo, colocando-se à disposição para construir políticas de saúde. O que não vamos admitir é o retrocesso.

Fonte: Assessoria de Imprensa Federação das Santas Casas do RS
                                                                                                                               

COLUNA DO LUCA - Luiz Carlos Freitag



Janeiro é um mês em que a maioria das pessoas aproveita para tirar férias. Nas Prefeituras também - e na de Estrela, tivemos vários funcionários que foram descansar. Também Secretários – mas quem teve que trabalhar dobrado, foi Henrique Lagemann, Secretário da Administração (foto). “Acumulei também as Secretarias da Fazenda, Meio Ambiente, Educação, Cultura e Agricultura, fui um multi-secretário”, brincou. Ele disse que nunca teve tanta coisa acumulada, mas não encontrou problemas: “Todos os funcionários trabalharam normalmente, pena que vou tirar minhas férias só em junho ou julho”. Realmente, vai poder descansar nas “férias de inverno”.
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
Vejam só o que é uma amizade. O Secretário da Saúde Elmar Schneider foi colega do então deputado e hoje Governador José Ivo Sartori (foto) e ambos são amigos do Prefeito em exercício de Porto Alegre Sebastião Melo. Eles realizaram semana passada o terceiro jantar juntos, desde que Sartori foi eleito. Como colegas de Confraria, Elmar Schneider disse que a amizade vai continuar como sempre, agora inclusive trazendo vantagens para Estrela e para o Vale do Taquari. Realmente acredito que isso vai acontecer. 
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
ELETRICIDADE I - Dubai não quer ser famosa apenas por seus grandes prédios e tecnologia. A maior cidade dos Emirados Árabes anunciou que produzirá a energia solar mais barata do mundo. Para alcançar este objetivo, vai contar com uma usina capaz de gerar 200 megawatts. O projeto é de uma fazenda eólica orçada em US$ 330 milhões e deve ser concluída em abril de 2017 (foto). Toda a eletricidade produzida no complexo será destinada às redes de distribuição e os contribuintes pagarão 5,85 centavos de dólar por quilowatt/hora. Será a energia solar mais barata comercializada em todo o mundo. Os planos de Dubai para energia fotovoltaica são ainda maiores, a cidade planeja ter mil megawatts de capacidade em energia solar até 2030.
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
ELETRICIDADE II - Enquanto isso, uma equipe de pesquisadores coreanos do Instituto de Pesquisa de Tecnologia Química e Universidade de Sungkyunkwan desenvolveu o modelo de célula fotovoltaica mais eficiente que existe. A criação se baseia no uso de materiais diferentes dos tradicionais. Conforme publicado na revista científica Phys.org, a base para a nova fórmula é a mistura de perovskita, materiais com a mesma estrutura de óxido de titânio e cálcio. Essa novidade permitiu aos cientistas alcançarem uma boa potência, a partir de materiais de baixo custo e por um processo simples. Mesmo com todo o esforço científico, o melhor percentual de eficiência já atingido havia sido 3,8%, em 2009. Esse número demonstra a importância da descoberta dos coreanos, já que o modelo criado por eles alcançou eficiência de 17,9%. No Brasil, qual o investimento atual na geração de energia elétrica mesmo?
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
Boa notícia: Hoje deverá vir a aprovação dos projetos da Prefeitura de Estrela, para a pavimentação do trecho da agora municipalizada Rodovia RS 129, entre os Bairros Boa União e São José (foto). A ponte sobre o Arroio Estrela já foi reformada e agora com a pavimentação, que deve iniciar 60 dias após a licitação que deverá ser realizada logo, vai facilitar o acesso a Estrela tanto para moradores de Costão e São José, como dos municípios de Colinas e Imigrante. Este asfaltamento é um sonho antigo, que finalmente vai se tornar realidade.
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
   José Adão Braun,  Secretário da Agricultura de Estrela, estima entregar até fim de março, 90 cargas de calcário aos produtores rurais. O prazo para a encomenda do mineral vai até março. Quanto antes as solicitações chegarem a Secretaria, melhor para a agilização da distribuição. O calcário é um mineral importante porque visa corrigir a acidez do solo para que a terra fique mais produtiva e absorva melhor os fertilizantes. Para fazer a encomenda, o produtor precisa ir até a Secretária de Agricultura e levar a análise do solo. A propósito, Estrela fornece o transporte do produto aos agricultores e os indeniza com mais meia carga do mineral se o produtor concordar em fazer análise do solo. Ele deve coletar a mostra de terra na sua propriedade rural e levar até a Smag, que encaminha para laboratório na Unisc. Segundo Braun, os produtores de leite são os que mais precisam de calcário por causa da lavoura de milho.
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

FRASE DA SEMANA: 
“José Adão Braun não vai assumir cargo na Coordenadoria da Cadeia Leiteira do Estado, vai continuar como nosso Secretário da Agricultura.”  
(Rafael Mallmann, Prefeito de Estrela.) 
Luiz Carlos Freitag   
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-